Buscar
  • Alexandra Trevizoli

Autoestima


Estima é o afeto, o apreço, o carinho, o respeito por algo ou alguém. Quando temos esses sentimentos por nós mesmos, chamamos de autoestima. E aqui, vou falar sobre a baixa autoestima e o que ela pode causar.


Autoestima baixa causa sensações de que você não tem qualidades nem valor, onde você só vê os seus defeitos e se sente menos do que os outros. Consequentemente, tem medo da rejeição, falta confiança em si mesmo, não aceita quem você é e tem falta de amor próprio. Não tem carinho por si mesmo.


Será que é o seu caso?


A baixa autoestima pode afetar o seu dia a dia, o relacionamento com as pessoas, a saúde e também afastar oportunidades de crescimento pessoal e profissional.

Os motivos para a baixa autoestima podem ser vários e variam de pessoa para pessoa. Antecedentes culturais, experiências na infância, abusos sofridos sejam emocionais ou físicos. Se você cresceu ouvindo que você nunca era bom o suficiente, ou teve muita comparação com outros e você era sempre o pior ou foi muito criticado, nunca recebeu um incentivo ou um elogio, isso tudo causa insegurança, autocrítica e programas e padrões de desvalor, pensamentos negativos sobre você mesmo, a não aceitação de quem você é. Esses são só alguns exemplos e aqui, nem falei sobre raça ou orientação sexual que muitas vezes são discriminados e excluídos só por serem quem são.


Não desista de você. Você pode sair disso!


Te convido para estar mais presente e prestar atenção quando você começa a autocritica, a desvalorização de si mesmo os pensamentos negativos sobre você e começar a se ver com um novo olhar, com um olhar mais carinhoso sobre si mesmo, com acolhimento. Sair do perfeccionismo, pois aqui, não existe perfeição, não vivemos num mundo perfeito, mas podemos melhorar sempre, aprender quando isso for a sua escolha, ações podem ser feitas para isso. Por exemplo: fazer um curso e aprender mais sobre algum interesse da sua profissão ou hobby, fazer exercícios físicos se quiser melhorar o seu corpo, o autoconhecimento para mudar algum aspecto psíquico e emocional.


Se achar que é difícil fazer isso sozinho ou sozinha, posso te ajudar. Podemos trabalhar a autoestima com sessões de Thetahealing, onde investigamos, limpamos os programas e padrões negativos, utilizando substituições de crenças, downloads, limpezas energéticas e equilíbrio energético. Te proporcionando mais confiança, amor próprio, reconhecimento dos próprios valores e qualidades. O Thetahealing pode ser feito à distância ou presencial.


Eu sou Alexandra Trevizoli, instrutora e terapeuta de técnicas energéticas e ficarei muito feliz em te ajudar.

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Perdão